jump to navigation

Roteiro de um Filme

O roteiro de um filme é um documento que indica os acontecimentos da história, a ordem das cenas, os cenários, as falas dos personagens e a sonoplastia.
Dependendo do grau de detalhamento do documento pode ocorrer do roteiro apontar o posicionamento da câmera, o tipo de plano, as pausas entre as falas e outros elementos das cenas. No caso dos longas-metragem que usualmente assistimos, este documento se aproxima de 100 a 200 páginas.
Outras definições de roteiro:

É a forma escrita de qualquer audiovisual. (…) Só existe durante o tempo que leva para ser convertido em um produto audiovisual. No entanto, sem material escrito não se pode dizer nada, por isso um bom roteiro não é garantia de um bom filme, mas sem um roteiro não existe um bom filme.
Doc Comparato

É uma história contada em imagens, diálogo e descrição, dentro do contexto de uma estrutura dramática.
Syd Field

Escrever um Roteiro é muito mais do que escrever, é escrever de outra maneira: Com olhares e silêncios, com movimentos e imobilidades, com conjuntos complexos de imagens e de sons que podem possuir mil relações entre si…
Jean-Claude Carrière

É uma peça literária na qual o autor só tem um recurso: a descrição. E ela precisa ser compreendida por toda a equipe de produção. Pra todo mundo entender, não pode haver metáforas. Portanto, o bom roteirista não é necessariamente um bom escritor, mas aquele que sabe traduzir, com racionalidade e clareza, o seu pensamento visual.
Fernando Bonassi

É o desenvolvimento de um enredo, dentro de uma técnica determinada. O roteiro não é apenas uma arte, mas uma arte base ou uma arte básica. Em outras palavras, o roteiro é a base do cinema, do teatro e da novela/minissérie televisiva. É a planta do edifício de toda arte cênica.
Murilo Dias César

 

Escrevendo um Roteiro
Basicamente, o roteiro deve apresentar três elementos:
(1) descrição das cenas (e dos locais de gravação),
(2) a sequência de ações e
(3) as falas dos personagens.

No mundo do cinema existem alguns padrões e regras para se escrever um roteiro. A seguir são apresentados dois modelos de roteiros (A e B).

 

Exemplos de Roteiros (Vídeo: Farelos de Alegria)

iconedoc1
Exemplo de Roteiro – Farelos de Alegria (Formato A)
(clique para visualizar)

iconedoc1
Exemplo de Roteiro – Farelos de Alegria (Formato B)
(clique para visualizar)

 


Exercício
(Tire suas dúvidas com o professor)

1) Escreva o roteiro do vídeo de sua equipe. Para isso:
- Desenvolva, primeiramente, o argumento de seu filme
- Na sequência, escolha um dos Formatos apresentados (A ou B) e descreva o seu filme. Os arquivos abaixo podem auxiliá-lo na tarefa.

iconedoc1
Modelo para Roteiro (Formato A)
(clique para visualizar)

iconedoc1
Modelo para Roteiro (Formato B)
(clique para visualizar)

Comentários»

1. Tayonara - 17/04/2009

nossa esse filme é muito triste mesmo viu!!
se nem cocada alegra o fernando não há mais nada no mundo que o alegre!
aushsuhaushaus
muito legal prof!
vc é um ótimo ator!!
bjos
…………….Tayonara

2. fernanda - 16/03/2011

muito didatico seu material, não tem como não entender!

3. Silvio Guedes - 24/03/2011

Me ajudou muito!!!
Valeu!!!

Isaac Souza - 29/04/2012

Sabe de uma coisa, a tristeza quando é constante não consegue ver sentido em nada; nem em um mar maravilhoso para se banhar, um sol deslumbrante de um dia quente e aconchegante, uma mulher bonita cheia de charme e energia para apreciar o prazer, uma praia livre para andar sem se esbarrar. O sentido não está a vollta do homem, está dentro da sua cabeça, no seu ideal, nas convicções. Filme cheio de mensagens, de como podemos ser cegos quando tudo a nossa volta apela para os nossos sentidos.

4. Joelma Souza - 29/04/2012

Sabe de uma coisa, a tristeza quando é constante não consegue ver sentido em nada; nem em um mar maravilhoso para se banhar, um sol deslumbrante de um dia quente e aconchegante, uma mulher bonita cheia de charme e energia para apreciar o prazer, uma praia livre para andar sem se esbarrar. O sentido não está a vollta do homem, está dentro da sua cabeça, no seu ideal, nas convicções. Filme cheio de mensagens, de como podemos ser cegos quando tudo a nossa volta apela para os nossos sentidos.

5. Ernandes - 20/07/2012

Legal cara, deu pra ter uma idéia de quanto trabalho dá pra produzirem e gravar um filme. E eu pensei que num roteiro estivesse apenas a fala e os movimentos do personagem. Dá pra ver o trabalhão que os atores tem para ler dezenas de roteiros.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: